segunda-feira, 5 de junho de 2017

CINCO DICAS PARA VOCÊ NÃO SE DAR MAL NA HORA DE COMPRAR UM CELULAR USADO

Se você está pensando em comprar um smartphone e não quer gastar muito dinheiro, uma boa forma de fazer isso é recorrer ao mercado de aparelhos usados. Entretanto, é preciso cautela para não cair em algum golpe. Para te ajudar nisso, o Olhar Digital listou cinco pontos para você observar antes de realizar a compra, confira!
Nota fiscal
A melhor maneira de garantir que o smartphone realmente pertence à pessoa que está te vendendo é exigir algum documento comprovando a compra. Assim, peça a nota fiscal.
Sites confiáveis
Evite fazer compras por anúncios em redes sociais. Apesar de o Facebook ter investido no recurso que permite que os internautas anunciem produtos na plataforma, a rede social não participa da negociação. Assim, é melhor recorrer a sites como Mercado Livre e eBay. Em algumas categorias, essas páginas permitem que o comprador devolva o produto caso não fique satisfeito.
Evite aparelhos ultrapassados
Não há problema em querer comprar um iPhone 6 ou um Galaxy S6. No entanto, saiba que esses telefones já não vão desempenhar tão bem suas funções como no dia em que foram lançados. Com as diversas atualizações dos sistemas operacionais, os aparelhos acabam ficando mais lentos. O uso demasiado dos celulares ao longo dos anos também pode ter prejudicado a bateria deles.
Desconfie
Viu um iPhone 7 sendo vendido por R$ 1.200? E um Galaxy S8 saindo por R$ 900? Desconfie! Muito dificilmente algum vendedor estará comercializando esses aparelhos, mesmo que usados, por tais valores. Averigue se os smartphones foram adquiridos de forma legal e se são originais, e não réplicas que imitam apenas o design externo. Na dúvida, evite.
Aparelhos com defeito
Na hora de buscar algum celular na internet, você pode se deparar com anúncios de celulares com algum defeito, como bateria ineficiente ou tela quebrada. Antes de fazer a compra, verifique o preço do conserto para esses celulares. Não pergunte essa informação para o vendedor, ele poderá dizer que o valor é muito mais baixo do que o praticado pelas assistências. FONTE: OLHAR DIRETO

Nenhum comentário: